Páginas

28 março 2014

[Tary's Library] Resenha: O Último Lobisomem


Série: The Last Werewolf
Volume: 1- O Último Lobisomem
Autor:  Glen Duncan
Edittora: Record
Ano: 2011
336 Págiinas
Sinopse:
   Jake Marlowe é um lobisomem. Lobisomens existem, mas a maldição — o vírus que infecta os humanos e os transforma em lobos — está extinto. Jake é o último de sua espécie na face da terra. E ele perdeu a vontade de viver, de lidar com seus fantasmas, de ouvir as vozes daqueles que matou para aplacar suas necessidades. Não há Deus ou Inferno, só a existência, a luta para sobreviver. E há, é claro, a fome do lobo que vive em seu interior e que o domina. Durante duzentos anos, Jake vagou pelo mundo, escravizado por seu apetite lunático e atormentado pela memória de seu primeiro e mais monstruoso crime. Agora, ele é a presa final de um grupo de caçadores de seres sobrenaturais. Sua morte será rápida. E ele deseja isso, pois sabe que não pode mais seguir em frente.    Mas enquanto Jake faz a contagem regressiva para sua última lua, um assassinato violento e um encontro extraordinário mergulham-no diretamente de volta à busca desesperada pela vida – e, para sua surpresa, pelo amor.    Sensual, inteligente, sangrento e comovente, O Último Lobisomem é notável pelo humor, pela eloquência e inteligência.



Resenha:
  Bom, eu não sei com que palavras descrever esse livro, eu simplesmente achei-o perfeito, e logo no começo já tinha certeza que valeria um merecido lugar de Favorito.

  O livro é narrado de maneira genial, aliás, é uma narrativa pesada também, possui muitas cenas sangrentas, e eróticas, a linguagem chega a ser bastante depravada, apesar de eu achar este um dos aspectos mais legais do livro.  É escrito em formato de diário, com o protagonista narrando em primeira pessoa. O autor consegue te transportar para dentro do universo do lobisomem, e descreve com uma naturalidade medonha os sentimentos e pensamentos dele em relação a tudo, a matar e devorar pessoas, a sensação em cada parte do corpo durante a transformação e os dias que antecedem, o que se passa pela cabeça de um lican enquanto está devorando um humano. Além disso o lobisomem não perde em todo sua humanidade. vivendo de álcool, cigarros e sexo com putas ao longo da história. O protagonista, Jake, possui um humor negro divertidíssimo, por mais que ele deseje a morte, o clima não possui um ambiente pesado e depressivo como achei que poderia ser, chega a ser engraçado e dar no que pensar, chega a filosofar o sobre o sentido da vida e da morte.  Além de todos os detalhes bem pensados em relação as características de um lobisomem.

   A trama começa no momento em que Harvey, melhor amigo de Jake, lhe conta que é o ultimo da especie. Os lobisomens são caçados por uma organização especializada em enfrentar criatura sobrenaturais, a WOCOP. E um vírus que surgira à 200 anos impedia os lobisomens de se reproduzirem pela mordida (que, neste livro, é o único método de se criar um novo lican). A partir desde momento, Jake, passa a fugir e a esgueirar-se da organização a pedido de Harvey, que estava fazendo de tudo para mante-lo vivo, mesmo que ele simplesmente quer se entregar e deixar-se morrer. Mas isso só aconteceria na próxima lua cheia, assim, Jake passa todo o tempo escrevendo em seu diário, contando sobre como foi transformado e como matou sua primeira vitima. De certa forma, quando você vai acompanhando a história, o "grande assassinato" e "os acontecimentos" chegam até a ser previsíveis, mas a maneira como acontece é o que vale.

Vampiros estão presentes no livro, apesar não chamarem muita atenção e serem colocados bastante de lado, são criaturas sombrias e sem muita personalidade, não fazem sexo, possuem uma vida entediante (de acordo com os lobisomens), ao ponto em que acham o prazer carnal e a falta de fala na forma de lobo algo extremamente primitivo.

    Não gosto de dar spoleirs, mas algo que precisava comentar, então, caso não queria ler, continue normalmente, mas, quem não tem problemas com spoilers:
[SPOILER]Não fiquei chocada com a morte de Jake no final, quer dizer, até posso ter ficado surpresa que realmente tenha acontecido, mas havia certa possibilidade. O que me entristeceu é que como o livro é escrito em forma de diário, ele deixou de escrever um pouco antes, outra personagem que encontra o diário termina a história por ele. Gostaria muito de saber como o sr. Marlowe narraria a própria morte, do jeito irônico e sombrio dele, da maneira como ele compararia com algo e descreveria a sensação. [/SPOILER]

  O livro é primeiro volume duma trilogia, os outros dois, "Talulla Rising"(2012) e "By Blood We Live"(2014, Fevereiro) porém há previsão de lançamento no Brasil.


Outras Capas:




gostei mais dessa

Um comentário:

  1. Curiosa para saber sobre o enredo =) e nao me aguentei e li o spoiler =p mas confesso que só me deixou mais curiosa =)

    Adorei o post.

    ResponderExcluir