Páginas

16 março 2014

Rock Não Se Aprende e Nem Se Ensina


 Bom, estou boiando na madrugada, e estava divagando, então pensei sobre o fato de eu nunca escrever literalmente no blog. Sempre o que eu faço aqui é relacionado a imagens, fotos e mídia, há muito tempo que não faço uma dissertação, um texto propriamente dito expressando minha opinião sobre algo e resolvi fazer isso aqui, para organizar umas idéias.


   O que eu estava divagando, é o que o titulo já diz, esta é uma frase famosa do Raul Seixas.
  Para quem não sabe, recentemente entrei a administração de perfil do Ask sobre perguntas relacionadas à Rock. Quem usa o site sabe que existem vários perfis fictícios apenas para mandar perguntas sobre algo: livros, músicas, filmes séries, etc.

  E uma coisa que me irritou muito nesse perfil, algo que eu até compartilhei no grupo do Blogs Rock n' Roll com as meninas, é a quantidade de posers. E isso é algo que eu sou muito suave, se eu considero alguém poser, é porque o negócio tá feio. Eu acho que existem vários níveis de ser fã e gostar, não acho que usar uma camiseta de uma banda que conhece pouco é errado, não acho errado dizer que curte uma banda mesmo conhecendo apenas uma ou duas músicas, ou não sabendo o nome dos membros, muito menos ter lido todas as biografias e saber até o café da manhã dos caras. Mas acho que um certo nível conhecimento sobre o assunto é importante. Não preciso saber o nome do vocal ou quem é compositor do Ramones, mas saber que se trata de Punk Rock é algo válido.

  Nessa página, já mandei várias perguntas e já respostas como "Gosto de gothic metal, Nightwish por exemplo", "Curto dEth metal, tipo Megadeth", "Curto death metal como Metalicca, Megadeth, Burzum", já mandei pergunta sobre um clipe ou músicas e recebi Demi Lovato, Avril Lavigne e Miley Cirus. Já fiz um mini quiz valendo likes, só uma brincadeira que o povo do ask curte, perguntando quais bandas o Dio já participou, e receber "QUEM É DIO?" como resposta.

  Sri que parece que estou me contradizendo, falando primeiro que saber de tudo não importa e depois reclamar das pessoas que não sabem, mas não é esse o problema, é a falta de vontade de conhecer que as pessoas tem, simplesmente responder não sei, não conheço, sei la, to com preguiça. A pessoa não para para conhecer Dio, que é um icone do Metal, não para para pesquisar qual é o genero do Nightwish ou do Megadeth. Eles são roqueiros porque usam camisetas de bandas e conhece 3 ou 4 bandas da modinha. Eu passei um "Espaço Livre"dedicado ao Led Zeppellin, para as pessoas postarem o que curtiam sobre a banda, alguns postaram coisas legais, curiosidades, afins, mas o resto, metade postou um clipe qualquer da Starway To Haven (nem outra músinem Rock n' Roll, nem Imigrant Song) e outra postou exatamente a mesma foto da banda reunida. As pessoas começaram a transformar rock em um rótulo. Tudo o que eu vejo nesse ask é Amy Lee, Paramore, Nirvana, as vezes tem uns ACDC e Guns, mas é raro.

  O que eu quis diz dizer também com esses negócios de saber o gênero, é que essas pessoas não sabem o que querem, apenas rotulam "rock como rock" e "sou roqueiro e funk é uma merda" e foda-se. As pessoas são fissuradas Kurt, ficam postando Nirvana, Nirvana, Nirvana, mas nem sabem que Nirvana é grunge, nem sabem o que é grunge ou o quem são Alice In Chains, Pearl Jam, Soundgarden. Elas não entendem e também não fazem questão de entender.

   Eu posto sobre bandas que gosto, falo umas coisas quando a pessoa fala que não sabe quem é esse artista ou o que é aquilo. Mas elas simplesmente saem curtindo tudo e compartilhando para falar "estou compartilhando coisas sobre rock, porque sou roqueiro", mas não pegam a alma do negócio, são fúteis e superficiais.

  Uma amiga minha do grupo, a Sam do It's Just a Little More, se não me engano, me falou para fazer isso, postar sobre bandas legais, tentar mostrar o que é rock de verdade. Sam, desculpe, eu juro que tentei, mas é aí que chegamos ao título do post. Rock não se aprende e nem se ensina. Assim como eu não posso querer ensinar sobre rock para eles eles não podem querer aprender sobre rock, é algo que deve vir com naturalidade e não como se tivesse estudando para saber de tudo antes de uma prova.


  A pessoa não pode simplesmente falar, quero ser roqueiro então vou falar disso, me vestir assim e ouvir isso. Agora pouco (nota que comecei este texto às 3 da manhã e estou editando até agora XD) li um post ótimo no blog da Carol Bastos, o Meninas de Coturno, relacionado ao que falei ali em cima sobre os Nivarninhas da vida, um post sobre a "tendencia" grunge atual, para ver o post clique aqui. Ela usou exatamente a palavra que estava procurando, TENDENCIA. Esses adolescentes atuais estão vendo o rock não como um estilo, como um tendencia, acham que vestir o visual e conhecer algumas bandas random os transformam em roqueiros. Ainda por cima usando roupas compradas na loja fashion do quarteirão pop da cidade.


  É tudo muito fútil e superficial, é a aparência que importa, o que eles querem fingir que são na net. Parece que ser "roqueiro, bebado, drogado, bissexual e antissocial" é algum tipo de status agora. Para ser diferente, para ser cool, porque ser diferente, e "esquisito" tá na moda. Primeiro jaquetas de couro, depois blusas com
caveiras, spikes, roupas rasgadas e agora camisetas de bandas. O rock está sendo vitima da moda. Está perdendo sua essencia por conta da futilidade.

  Eu sou meio ruim de terminar textos, mas em conclusão é isto. Rock virou moda, virou tendendia, deixou de ser um estilo, um estilo de vida, de pensar, de agir. Não seja rockeiro porque você quer ser rockeiro, goste do que você gostar, se for sertanejo, rock, pop, foda-se. Não precisa ser uma enciclopédia de cada banda, mas saiba o que você está ouvindo, o que significa, porque existe. Já que, ao que parece, muitos estão sobre estupros e não estão nem sabendo.

 E é isso aí gente, não vou editar mais o texto, mas também não quero parar sobre assunto aqui, gostaria de saber a opnião de vocês para conversar a respeito.



É isso aí.
Bites!

PS: Créditos das fotos
Na primeira foto: Raul Seixas
Segunda foto: Tary Belmont, Caroline Vondergeist, Sam Picanço, Vania Cristina, Jay Pepper e Lee Vy
Terfeira foto: Sei lá, peguei no google XD

22 comentários:

  1. ODEIO quando me chamam de roqueira, parece que me limita a ouvir só rock, e eu não escuto só rock.
    Esse lance de ser poser ou não eu desconsidero quando são pré adolescentes, pq ainda estão formando opinião, não sabem o que quer da vida. Na minha adolescência tinha um monte de "roqueiro" e hoje a mesma galera curte Luan Santana, eu sou uma das poucas que restou. Antigamente usar preto, camisa de banda, caveira, xadrez, ou qualquer coisa que remetesse ao rock era uma aberração, hoje em dia é bonito, é moda ou melhor, é tendência. E por causa disso criaram-se esses grupos e que curte Lady Gaga mas usa camisa do Ramones ( mas não sabe quem pe ramones). Fico indignada tbm, pq sei o que o rock significa pra mim, sei que não é só uma vestimenta, mas infelizmente não podemos fazer muito, o que faço é apenas me afastar o máximo que eu puder disso, e não gastar meu latim com pessoas que não valem a pena.


    Nossa escrevi muito rsrsrsrsr

    Ótimo post Tary, e obrigada por me linkar. :D

    Bjo ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uahaua, é normal, a gente sempre acaba falando um monte nesse tipo de assunto. É foda, pior que quando eu era menor eu era a unica pessoa que curtia rock, nunca tinha conhecido ninguém até a 8ª série, e são pessoas que curtem até hoje. Não sei se é aqueles que não curtem rock e ficam usando essas coisas, printando o cabelo de colorido e etc, mas assumem que não ouvem, ou aqueles que ficam falando que ouvem só para serem diferentes.

      De nada linda

      Bites!

      Excluir
  2. Concordo com tudo que você disse no post!
    Acompanho o Ask em que você é ADM e fico impressionada com a superficialidade das pessoas!
    Eu adoro perguntar para as pessoas que "curtem" rock, oque fez elas gostarem de rock. A maioria das respostas que recebo é: Porque sou diferente! E quase sempre a pessoa curte demi lovato, justin bieber, usa vans e se for menina quer ser princesa de aba reta! ('-')
    Fico indignada com isso!
    Atualmente conheci pessoas novas que realmente curtem rock de verdade e nem ligo mais para esses "rockeiros"!
    Enfim, parabéns pelo post! Amei ♥
    Bjjos

    A Rock Girl

    *Compartilha o post lá no Ask! Quem sabe eles não se tocam :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ^^ Eu perguntei uma vez coisas do genero "que genero você curte e porque?" a resposta era "sei la, porque é foda, não sei que genero eu curto." Eu não acho errado a pessoa não curtir um genero especifico, mas algumas pessoas não curtem um genero especifico por simplesmente não conhecem, não sabem diferenciar.

      O pior é que nem adianta compartilhar isso lá, o povo fica achando que estou falando de qualquer um menos deles, mesmos, ficam tipo 'aff, esses posers" Como se poser fosse só aquele que acha que Restart é rock. Aliás, uma vez eu perguntei, qual é a coisa mais poser que você já viu ou ouviu? As respostas foram as cliches de sempre, camisetas da moda, ou simplesmente copiavam as imagens dessas páginas famosas.

      Bites!

      Excluir
  3. A pior e a melhor coisa que aconteceu ao rock foi justamente isso acontecer: essa tendência. Ao mesmo tempo que podia comprar blusas com a temática, mas porque eu realmente curto a parada. Entretanto, muita gente só compra porque é bonito (vide um monte de camiseta com estampa dourada de Jack Daniel's)
    Apesar de que não é a primeira vez, se eu não me engano, na época do grunge isso também rolou. Mas depois foi abafado. O lado chato é que às vezes (geralmente) quando alguém que realmente ama o rock e compra uma camisa de uma banda determinada é mais por conta de realmente gostar do que 'ah comprei isso aqui porque achei bonito.' E agora essa tendência desgraçada pegou, já vi alguns prints no Facebook de meninas com blusa do ac/dc ou do the rolling stones apenas porque acharam bonito.
    Mas não, podem me chamar de radical ou de ferrenha demais, mas pô a blusa de banda é uma espécie de identificação entre os fãs. Quando vejo alguém com a blusa de qualquer banda, eu imagino que aquela pessoa goste ou tenha ouvido algo da banda, não porque achou bonitinho. Enfim, desabafei bastante e amei esse texto. Beijos.

    http://utopianongrata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é, você usa uma camiseta de banda para mostrar que gosta de uma banda e quando voce acha alguém com uma camiseta de banda quer conversar co a pessoa, eu já conheci umas 4 pessoas por usarem camiseta de bandas que eu gosto. É legal até que fica mais facil para quem gosta achar, mas também não adianta nada com esse preço né? Tipo, na galeria eu compro uma camiseta por 25, e na Renner a mesma por 50 kkk Aí não dá. Sem falar que tá ficando cada vez mais cafona, Camiseta do Jack Daniel's verde, azul, com escrito brilhante e colorido, Ramones escrito colorido em rosa. Cada vez pior.

      Bites!

      Excluir
  4. Tem certos momentos que eu fico irritada com o Nirvana no facebook eu conheço bastante sobre a banda e conheço algumas musicas, mas Nirvana nunca foi a minha banda predileta, apesar de eu considera-la como uma banda boa, o que eu vejo muito são pessoas até alguns mais velhos que convivem comigo ouvindo Iron Maiden AC/DC, Nirvana entre outras bandas porque são as bandas mais fodas e não tem um minimo de conhecimento e quando tem são wikipedias ambulantes.
    Eu gosto de rock mas, não curto todos os gêneros tem uns que eu gosto e outros não assim como eu também posso gostar outras coisas além do rock. De fato rock não se aprende e nem se ensina.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquelas pessoas que conhecem as músicas pelo Guitar Hero uahuahua
      Ninguém é obrigado a curtir só rock, eu mesma gosto de muita coisa fora rock, mas rock não é só musica é estilo de vida também.

      Bites!

      Excluir
  5. Sei lá, rotular os gêneros é algo tão chato né?HAHAHHAHA.Eu confesso que não gosto muito de rock,mas olha, ultimamente está complicado escutar as rádios famosas.Só as mesmas m´[usicas manjadas de sempre,cara. dai eu vou partir pro rock HAHA.não gosto de metal(?) acho que é muita gritaria para uma pessoa rs
    Mas enfim, eu acho que música é a definição do nosso sentimento né?Então, depende muuito do quê você está sentindo naquele momento :)


    beeijos:)
    http://borboletametamorfoseando.blogspot.com.br/


    e ei, já tentou procurar o livro na Americanas.com?
    Ah,também amei aqui *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que definir os gêneros é necessário para definir seus gostos, acho que a música identifica uma parte de ti. Não adianta pessoas com personalidade calma quererem fingir que gostam de musica pesada só por estar na moda.

      Já procurei sim, não tem mesmo ._.

      Bites!

      Excluir
  6. POHA, detonou seu texto! Eu estava pensando a MESMA COISA nessa noite de sábado. Teve um evento de bandas de metal na cidade e fui apreciar com meu irmão. A quantidade de "menininhas" que vão pra esses eventos apenas pra desfilar é ENORME, algumas com blusa do NIRVANA e AVRIL LAVIGNE, cabelos coloridos e câmera pra tirar apenas fotos. Não curtiam as músicas nem nada, já que o evento era dedicado a todos os gêneros de metal, muitos reclamavam que estava "pesado demais" e etc, indo em eventos de metal pra querer ouvir Nirvana, foi motivo de piada. A verdade foi que o rock realmente virou apenas um estilo de vestir, as pessoas se preocupam mais em "mostrar que estão com camisas de tal banda" do que realmente curtir uma banda. Tenho um colega na facul que só usa blusas de banda, inclusive ACDC, mas quando falei da musica " She Likes Rock n' Roll" ele disse que conhecia apenas Highway to Hell. Infelizmente é raro conhecer alguém que curta de verdade, isso causa uma revolta... mas minha esperança é que , como toda moda passa, essa tendencia passe também!
    Beijos Tary! Me senti muito honrada com o uso da minha foto *-*
    Ela Fora do Comum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem assim. Uma vez a banda Glória veio tocar aqui no centro de São Caetano, foi gratuito, e apareceu um monte de menininha fingindo ser roqueira, gente que se dizia curtir rock lá, mas nunca apareceu em nenhum outro evento do gênero em algum outro bar ou role na cidade, nem mesmo com camiseta durante o dia-a-dia. É tenso.
      Que isso linda.

      Bites!

      Excluir
  7. Tary, achei realmente que você poderia ajudar essas mentes preguiçosas. Pensei que ao conhecerem uma pessoa que entende do assunto, que dá dicas legais, eles fossem se interessar mais ainda pelo estilo e seguir o caminho deles, agradecidos por terem conhecido alguém que abrisse a mente deles.
    Como estava enganada! Eu não tive muitos amigos que gostassem de metal, só alguns caras do colégio, mas eles não curtiam Yes e achavam estranho por eu gostar de bandas antigas. Sempre gostei dos clássicos. Na época, não tinha com quem conversar sobre o assunto, só uma única amiga que adoro demais. Nossos estilos de metal são diferentes e na época não tinham muitas pessoas dispostas a mostrar bandas, conversar com quem ainda não conhecia Krisiun, Kreator, Motörhead...
    Eu era uma jovem boba e adoraria ter conhecido alguém como você para conversar na época. Claro que hoje em dia fico muito feliz por te conhecer, assim como as meninas do Blogs Rock n' Roll, mas é diferente.

    Hoje temos um acesso muito amplo às notícias das nossas bandas queridinhas, podemos conhecer bandas novas, mesmo não tão conhecidas com mais facilidade e, mesmo assim, tem gente que aparecer só pra transformar o assunto em bodega (como dizem por aqui), tem pessoas dispostas a comentar sobre, a ensinar...
    Mas o título está completamente correto, rock não se ensina, é intrínseco ao ser, é um estilo musical que escutamos e nos identificamos de imediato, sem poder viver sem ele.
    Faz parte da gente e as atitudes, a vestimenta é de cada um. Não importa tanto, o que importa é gostar verdadeiramente da música, gostar do que aquelas letras tem a transmitir, às vezes contam partes de nossa vida, às vezes falam sobre nosso livro predileto, às vezes todo o álbum nos conta uma nova história (hehe, é que amo o 2112 ^^) e por aí vai.

    Entendo perfeitamente o que você quis dizer e agradeço muito por ter lembrado de mim, por ter usado minha fotinha ali com minha prima, que também adora rock (dá pra ver pela blusa do Doors, a banda que ela mais ama, diferente do que fazem, costumamos usar as blusas de bandas que gostamos).

    Como disse a Vân, espero que essa tendência passe, sempre penso duas vezes antes de usar minhas queridas blusinhas porque o negócio tá feio aqui em Fortaleza, tem cada piri usando blusa do Bon Jovi, Guns n' Roses virou a top hit, sem falar em Ramones. PQP!!!
    A vantagem é que não tem gente usando blusas de metal aos montes, ainda não vi nas lojas, só na Galeria mesmo. Ufa!
    Que venham dias melhores para quem gosta do estilo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o pior é que parece que tem ficado mais forte, antigamente era só Ramones, Nirvana e Jack Daniel's, agora apareceu AC/DC, Guns n' Roses, ATÉ BLACK SABBATH!
      Antes para mim também era dificil demais fazer amigos que gostassem do genero, conhecia gente que gostava dos mais pops, Black Sabbath, Iron Maiden, Beattles, AC/DC, etc. Ninguém nunca conhecia os power metals que eu curto, no máximo Helloween e Nightwish. Quando eu era pequena era muito dificil descobrir e conhecer a história da banda, eu gostava pelo que eu ouvia mesmo. E também não tinha muito acesso a roupas então não usava pela vestimenta, meu visual só se firmou ano re-trasado.

      Mas pelo menos tem um lado bom em gostarmos de bandas desconhecidas, não precisamos nos preocupar com pessoas posers usando camisetas delas kkk

      Bites!

      Excluir
  8. Semana passada eu fui ao cinema com meu bofe...eu fiquei impressionada com a quantidade de mulecada usando camiseta de banda e camisa xadrez amarrada na cintura...confesso q fiquei assustada!
    Na minha época de adolescente, meu grupo de amizades era tão restrito,éramos muito poucos, fiéis as bandas que curtiamos (tenho um amigo que até hoje acompanha de perto a carreira da Avril Lavigne-tá, não é lá grandes coisas, mas nós vimos o inicio da carreira dela,entende?), e buscávamos conhecer sempre coisas novas e bandas clássicas... Eu tenho uma conhecida,dessa turma, que adora ser xamada de "Fulaninha Emo", comprava as paradas e roupas do estilo mais top que tinha na época...Hoje, pra conseguir namorado, ela curte (ou finge,sei lá) sertanejo,pagode...E tipo,ela chegava a brigar com a família-super conservadora- pra se vestir e ir nas baladas rockers da cidade!
    Eu tenho certeza que se for perguntar o nome de uma musica ou pedir pra cantarolar alguma musica da banda da camiseta (eu só consigo decorar nomes de bandas que sou viciada, me julguem!haha) certeza que eles não iriam saber.
    Eu sou a favor da banalização do rock no meio fashion, pois eu já sofri muito ao comprar roupas e sapatos e nunca achar nada que me agradasse, hoje a facilidade é infinitamente maior.
    O que me consola e me deixa puta ao mesmo tempo é q essa encheção de saco logo logo passa, e enquanto colhemos os frutos desse momento, essa galera vai continuar com suas modinhas mediocres...
    **Vc já viu uma camiseta dos Beatles, imitando a do Ramones? kkk eu li o q vc escreveu sobre camisetinhas coloridas do Jack Daniels e me lembrei disso...Uma perua, que nao sabe nem quem é um e quem é outro estava usando...E a estampa por si só é ridícula, uma banda não tem NADA a ver com a outra.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado. Tem ne´gocio de banda escrita de outras, tem Jack Daniels de bandas, varias merdas escrito com a letra do Ramones. Esse negocio de curtir algo para agradar macho é pior ainda!

      Bites!

      Excluir
  9. Hoje eu nem me preocupo muito com isso, tento ver isso com mais naturalidade. Acho que já estão perdendo a melhor parte disso tudo e quanto mais fazemos demonstrar o quanto nos preocupamos com o controle mental a que as pessoas são submetidas e o quanto é ridículo, mais fazemos isso se tornar "tendencia". Conheço gente que acha que bring me the horizon e asking alexandria são de death metal... No fim acho que chegamos a mesma conclusão "Rock não se aprende nem se ensina".

    ResponderExcluir
  10. Tinha escrito um comentario gigante mas apaguei sem querer, droga, mas nao tem problema, escrevo de novo pois esse assunto realmente me incomoda também, fico completamente irritada com isso, toda essa modinha começou quando a camiseta do ramones virou um uniforme, uma marca. Vi uma pesquisa que o site Terra fez no rock in rio e de todas as "fãs" que eles entrevistaram, nenhuma tinha se quer ouvido uma musica da maior banda punk de todos os tempos, imagina saber então que o marky ramone tava tocando com o offspring em um lugar que elas estavam com a camiseta sem nem saber o minimo sobre a banda, perderam um puta show. Faz um tempo que vi uma blogueira super famosa da capricho com a camiseta do misfits, perguntaram se ela gostava e ela disse que nao, que nem sabia que era banda, comprou pq achou a estampa fofinha, e depois ainda fez um texto gigante defendendo ela e as coleguinhas por querer usar o estilo "roqueirinho" e camisas de banda sem serem julgadas.
    theunicornblood.wordpress.com
    facebook.com/theunicornblood

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1º Fofinha? A caveira do Misfits é feia pra c*ralh! kkk
      2º Não eram essas mesmas vagabundas que nós julgavam nojentas, escrotas, esquisitas, feias? E agora querem "usar o nosso estilo sem serem julgadas? A Capricho tem que falir mesmo!
      Tem o link dessa entrevista? Queria dar uma olhada kkk

      Bites!

      Excluir
  11. Oi Tary! Acompanho teu blog faz um tempinho, mas acho que é a primeira vez que comento aqui. Gostei muito do teu texto, adoro blogs que mostram seu ponto de vista e não ficam só na reprodução de imagens/etc. Concordo contigo, e a gente percebe que a coisa tá séria quando encontra camisetas do Black Sabath e do AC/DC na Renner pra vender. Nada contra, mas lembro quando a gente tinha que procurar lojas especializadas pra comprar uma mísera camiseta de banda, já que era algo bem menos comum de se ver por aí. Depois da "febre" das camisetas do Ramones (que eu já vi até com fundo verde limão e logo pink fluorescente) a "moda" atacou outras bandas também. Eu realmente não me importo que as pessoas usem camisetas de bandas que nem conhecem só por "modismo", não tenho nada a ver com a vida delas, mas poxa, pra quê fazer isso? Pra se sentir bacaninha e ser aceito pelos coleguinhas da escola? Nossa, isso é muito chato. E é até compreensível quando adolescentes e pré-adolescentes fazem, porque a gente sabe que essa é a idade de se sentir aceito, de querer fazer parte de alguma coisa. Mas o mais triste é ver madame de 30 e poucos anos com camiseta do Ramones e salto alto por aí hahah É contraditório, no mínimo. E parece que hoje em dia há um "manual do rockeiro" que você precisa seguir para se encaixar. As pessoas ainda se espantam quando eu digo que não gosto de Nirvana, como se existisse uma listinha das bandas essenciais que precisamos gostar. Sempre vi o estilo como uma ferramenta pra exteriorizar o que há por dentro, gostos, preferências, personalidade. Mas o que vemos é uma grande inversão de valores, já que a estética vem muito antes de ter uma opinião formada sobre as coisas. O rock pra mim sempre foi algo associado a contracultura, ao questionamento e hoje em dia tá tudo muito bem, muito bom pra essa nova geração. Eu jamais estamparia no meu peito algo que eu não conhecesse e não gostasse, mas parece que isso é "legal" de se fazer hoje em dia. Enfim, o que nos alivia é saber que logo logo aparece uma nova tendência e a galeria ~féxion~ vai mudar de estilo de novo. Os verdadeiros continuam aqui, firmes e fortes :-)
    Beijão, Bruna S. do www.chanelfakeblog.com

    ResponderExcluir
  12. Eu acho pior quando se é adolescente, porque nessa faze, além de querer ser aceito, você quer definir seu estilo. Eu, na minha epoca, não ligava em me enturmar ou não, eu só queria ser eu, e procurar quem me aceitasse assim, não me mudar para me aceitarem. Eu acho madame de 30 é até mais compreensivel porque não podemos esquecer que essas bandas surgiram na adolescencia dela, e se ela for uma fã das antigas? Eu conhece muita gente de 30/40 anos que curtem rock, até mais novos, que se vestem normal por causa da profissão e tudo o mais. Eu não gosto de muitas dessas banda que são modinha dentro dos proprios roqueiros de verdade, meu estilo é de umas bandas um tanto desconhecidas, então as pessoas que eu encontro que conhecem, gostam por gostar não porque mandam.

    Bites!

    ResponderExcluir
  13. Concordo com tudo que você disse no texto. A galera hoje em dia está se rotulando como "roqueiros", e na maioria das vezes o cara só escuta bandas tipo Nirvana, A7x e no máximo um AC/DC. Não saem desse mundinho. Não se permitem conhecer outros estilos, outras bandas, e se acham os fodões do rock.
    Realmente, o ask tem algumas coisas bem sinistras quando o assunto é poseiragem. Vejo cada coisa por lá que só jesus na causa!
    Eu não sei de qual ask vc é administradora, mas se quiser, me segue lá, adoro responder perguntas sobre rock e parece que você, diferentes de alguns outros adms, sabe fazer boas perguntas.
    http://ask.fm/brendhaa7x

    Enfim, beijos!
    http://a-world-of-a-rocker-girl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir